Apple se une a outras fabricantes em “Comprometimento Voluntário Antirroubo”

0
2761

Ter seu aparelho roubado é uma experiência bem desagradável, e está ficando cada vez mais comum no Brasil, especialmente quando ele é um iPhone que custa no mínimo 2.500 reais no caso do iPhone 5s. Mas existe luz no fim do túnel, porque as fabricantes tem noção do problema e várias soluções são criadas para ajudar no problema.

Pensando nisso, as principais fabricantes de smartphones e todas as grandes operadoras americanas se uniram em um programa chamado “Comprometimento Voluntário Anti-roubo”, que obrigará todos os smartphones fabricados à partir de 2015 a virem com mecanismos anti-furto.

A Apple deu um paço avançado em relação a isso no iOS 7. Para quem compra aparelhos de segunda mão, já deve ter reparado que em sites como BomNegocio.com e Mercado Livre muitas vezes aparecem iPhones “bloqueados no iCloud”, e sempre estão bem abaixo do preço normal. O bloqueio no iCloud inutiliza completamente o aparelho, e atualmente é impossível fazer o desbloqueio sem ser com a senha do usuário.

Mas a maioria dos aparelhos Android ainda não sua uma função semelhante, fato que pode mudar com a implantação do comprometimento assinado.

Os requerimentos para os mecanismos anti-roubo foram divididos em quatro medidas:

  1. Opção para apagar o telefone remotamente – similar ao Buscar iPhone.
  2. Opção para travar o aparelho remotamente – também incluso no Buscar iPhone.
  3. Bloqueio de restauração, para prevenir que os dados do aparelho sejam apagados e a trava burlada.
  4. Possibilidade de restaurar os dados do dono original para o caso do aparelho ser recuperado.

Dá para perceber que a Apple já saiu bem na frente nesse quesito, pois o Buscar iPhone já incorpora todos esses requerimentos.

As seguintes empresas assinaram o termo de compromisso: Apple Inc.; Asurion; AT&T; Google Inc.; HTC America, Inc.; Huawei Device USA;Motorola Mobility LLC; Microsoft Corporation; Nokia, Inc.; Samsung Telecommunications America, L.P.; Sprint Corporation; T-Mobile USA; U.S. Cellular; and Verizon Wireless.

O programa é voluntário lá nos EUA. Mas, como o assunto é de interesse de toda a população, os legisladores até tentaram forçar esses requisitos por lei, só que não deu certo. Aqui no Brasil até que cairia bem algo do tipo, para se inibe um pouco a quantidade de roubos e furtos de smartphones.