Já imaginou como ficariam os apps em um iPhone maior?

0
5165

Como todos sabemos, existem vários rumores por aí de que o próximo iPhone terá uma tela maior.

Enquanto muitos gostam da idéia de um aparelho maior, outros odeiam e outros ficam indiferentes, aumentar a tela vai trazer muitos benefícios, além de fazer frente com a concorrência nesse quesito.

Os rumores mais fortes indicam que a Apple lançará um iPhone de 4.7 polegadas já no segundo semestre, e que um ainda maior, com 5.5 polegadas, chegará próximo do final do ano.

Pensando no modelo de 4.7 polegadas, o blog iDownloadBlog fez uma análise de como seriam os aplicativos com a nova tela. Confira o resultado.

Primeiro, o aspecto técnico: com a mudança nas proporções, a resolução da tela provavelmente aumentará. O iPhone atual (iPhone 5S) possui uma resolução de 640 x 1136, resultando em uma densidade de pixels de 326 ppi (pixels per inch, pixels por polegada). Se o novo iPhone vier com a tela de 4.7 polegadas, então, mantendo-se a mesma densidade de pixels (326 ppi), teremos uma resolução de aproximadamente 756 x 1344 pixels. Fazendo as contas, são 40% mais pixels para os aplicativos utilizarem, bastante coisa!

De agora em diante, apesar de meio óbvio, ainda não existe nenhuma informação confirmando, mas chamaremos o novo iPhone de iPhone 6.

Veja nessa imagem a comparação entre a tela inicial do iPhone 5S e do iPhone 6. Perceba que os ícones são do mesmo tamanho, o que muda é o espaçamento entre eles. O designer, Sam Becket, afirmou que poderia adicionar mais uma coluna para utilizar os espaços vazios, mas preferiu manter assim para não tumultuar a tela inicial. O resultado é extraordinário, deixando o visual mais limpo e organizado.

2

Outro ponto importante também tem relação com a quantidade de pixels. Caso a Apple decida manter os 326 ppi, que é o padrão Retina, a resolução, como mencionado antes, vai ter que aumentar para 756 x 1344 pixels. Mas caso ela queira aumentar e chegar na casa dos 500 ppi, o aparelho terá uma monstruosa resolução de 2272 x 1280 pixels.

O segundo caso é bem improvável de acontecer, porque, primeiro, atualmente não é possível produzir telas com essa resolução na gigantesca escala que a Apple precisa. Segundo, o consumo de bateria seria enorme – a tela é o componente que mais consome bateria em um smartphone e tablet, além de ser necessário uma CPU e GPU bem mais potentes, ou seja, hardware mais caro.

A primeira opção é mais plausível, porque poderia aumentar a duração da bateria, já que um aparelho maior trará uma bateria maior, mas a densidade de pixels será mantida, então o consumo vai ver proporcionalmente menor. E, o mais importante, os desenvolvedores não teriam tantos problemas para adaptar seus aplicativos ao novo tamanho.

3

Imagem por Martin Hajek

A Apple já fornece uma série de ferramentas para ajudar os desenvolvedores a terem uma transição a mais suave possível. A empresa recomenda a utilização das ferramentas de auto-layout, que trabalham com posicionamento e tamanho relativos de componentes, ao invés de absolutos, trabalhando, na maioria dos casos, com porcentagens ao invés de medidas fixas.

Mas muitos aplicativos da App Store não utilizam esses recursos, portanto uma resolução maior fará com que esses apps tenham uma aparência não muito otimizada, até que cada desenvolvedor faça as adaptações necessárias.

Uma maneira de evitar isso seria criar uma resolução artificial dentro da tela para esses aplicativos, como fez para a transição dos iPhones de 3.5 polegadas para os maiores, em 2012.

iPhone-6-mockup-Settings-optimized-vs-non-optimized

Outra opção seria aumentar o tamanho da tela sem tocar na resolução. Apesar do olho humano não ser capaz de perceber a diferença, isso resultaria em uma densidade de pixels bem menor, saindo do padrão retina – chegaria a 264 ppi, além de fazer com que os pixels fiquem maiores.

Com isso cobrimos os aspectos técnicos de um aumento da tela. Claro que a maioria dos usuários só querem ver aquela bela tela gigantesca com as cores vibrantes do iOS, e, independente da densidade que a Apple coloque nas telas dos aparelhos, nosso olho não consegue diferenciar entre 326 e 500 ppi, então não há muito o que se preocupar.

Continuaremos informando assim que qualquer novidade sobre o iPhone 6 (ou qualquer que seja o nome) apareça, então fique ligado!